DSC_0073_edited_edited.jpg

História de Vale de Amoreira

Brasão Vale de Amoreira
Brasão Vale de Amoreira
ESTRELAS DA SERRA - CALUIRE.jpg
ESTRELAS DA SERRA - CALUIRE.jpg

Racho de emigrantes naturais de Vale de Amoreira em Caluire

decreto lei concelho Manteig
decreto lei concelho Manteig
decreto lei criacao de freguesia
decreto lei criacao de freguesia
Presidentes de junta até 2013
Presidentes de junta até 2013
criacao junta de freguesia
criacao junta de freguesia

A seguir descriminam-se alguns dos factos e acontecimentos mais relevantes de Vale de Amoreira dos registos que conseguimos apurar.

Esta cronologia será para se ir completando com mais acontecimentos e mais exactidão. 

 

Até 1900  

 - É atribuída uma quinta a um burguês associado ao castelo de Valhelhas para cultivo e exploração própria de onde viria a surgir o lugar de Vale de Amoreira;

- Na busca de terrenos agrícola e forma de Sustento Vale de Amoreira começa a ser habitado por mais famílias interessada na agricultura deste Vale deslocando-se para cá, vinham de aldeias próximas como Verdelhos, Valhelhas, Famalicão e outras;

- Em 1707 Vale de Amoreira e Sameiro passam a pertencer ao concelho de Valhelhas;

- Em 1855 é extinto o concelho de Concelho de Valhelhas a qual passa a ser freguesia da qual Vale de Amoreira continua a ser anexa.

 

de 1900 até 1940

 - No inicios de 1900 emigraram para as Americas do norte e sul, nomeadamente Estados Unidos, Brazil, Argentina, Venezuela e outros paises da america do sul alguns homens deixando a restante familia por falta de oportunidades na terra, alguns destes homens regressaram mais tarde e alguns levaram as familias e por lá ficaram. 

 - Sendo uma aldeia que se dedicou desde sempre à agricultura Vale de Amoreira afirmou-se na produção do azeite tendo tido um lagar de azeite a trabalhar durante muitos anos;

 - Os serviços florestais foram nestes anos forma de sustento de várias familias em Vale de Amoreira, na construção dos caminhos e estradas florestais e nas suas manutenções;

 - É construída a ponte entre Vale de Amoreira e Verdelhos em 1935, onde existia apenas um pontão pedestre. 

 

de 1940 até 1980  

 - Em 1945 termina a segunda Guerra Mundial e Portugal apesar de não intervir militarmente passou graves dificuldades que se faziam sentir também em Vale de Amoreira, altura em que só era possível adquirir bens essenciais como arroz, massa, tecidos, sabão ou azeite com senhas nem sempre distribuidas justamente ás familias mais carenciadas. 

 - É Construída a Escola Primaria junto à estrada Nacional em 1950; 

 - Na Década 1950 saiem de Vale de Amoreira um número considerável de familias completas para as colónias, nomeadamente Angola (colonos). 

 - No início da década de 60 são plantados vários pomares desde Vale de Amoreira até Valhelhas;

 - Começam a emigrar no início dos anos 60 alguns habitantes após deterioração económica dos paises do sul da Europa e supremacia dos Paises do centro e norte da Europa como França, Alemanha, Bélgica entre outras. Portugal, preso á gerra colonial e com muita pobreza foi alvo de muita emigração para estes paises, entre os quais muitas familias também de Vale de Amoreira que o faziam em grande sigilo, aproveitando o escuro da noite para de forma clandestina passarem as fronteiras de França e Espanha de "Assalto". Inicialmente iam só os homens que assim que possivel regressavam e preparavam a emigração da restante familia. Muitos foram "bufados" e presos pela PIDE e repatriados. 

 - Em 1961 começa a gerra colonial que se prolongaria até 1974, 13 anos de muitos sacrificios para os militares portugueses e suas familias entre os quais muitos de Vale de Amoreira que ficou na altura deserta de rapazes que eram obrigados ao serviço militar e quase sem preparação foram enviados para esta gerra que matou muitos portugueses.

 - Em 1967 mais de metade da população activa de Vale de Amoreira estava em França e os terrenos, tanto à beira do rio como no vale até ai muito disputados começaram a ficar por cultivar e chegaram ao que hoje é patente, com silvas e matos.

 - No inicio dos anos 70, e reflexo dos bons ordenados que os nossos emigrantes tinham nessa altura em França e outros paises, começam-se a construir novas casas com melhores condições deixando os solos térreos que caracterizavam as casas até esta altura, concretizando assim os sonhos de muitas famílias de terem uma casa digna. 

 - Em 1975 regressam vários retornados de Angola no seguimento da descolonização após o 25 de Abril deixando em Angola toda a riqueza criada durante 25 anos, sendo que a diplomacia politica e militar não acautelou a vida destas famílias. 

 - Em 1976 é construída a instalação eléctrica de Vale de Amoreira e depois seria criada a instalação de água pública;

 - No final dos anos 70 fecham os últimos moinhos dos 5 que chegaram a funcionar em Vale de Amoreira pela sua pouca adesão por parte dos agricultores e baixa procura local de farinha;

 - Em meados dos anos 70 muitas pessoas passam a trabalhar em confecções desde Valhelhas, Belmonte e outras localidades até à Covilhã, onde ainda trabalham hoje várias pessoas.

 

de 1980 até 2000  

 - Nos anos 80 fecha o lagar de azeite pela baixa rentabilidade do mesmo e pela redução de produção de azeite;

 - Em 1987 nasce a Associação de Melhoramentos de Vale de Amoreira que viria no futuro a ficar responsável pela parte social. 

 - Em 1988 é constituída e aprovada em Assembleia da República a Freguesia de Vale de Amoreira, sendo o Sr. Alípio Albuquerque o seu primeiro presidente de Junta

 - Nos finais dos anos 80 são arrancados todos os pomares de Vale de Amoreira e é encerrada a cooperativa de Valhelhas. 

 

de 2000 até 2010  

 - Em Janeiro de 2002 Vale de Amoreira passa para o Concelho de Manteigas após referendo local e aprovação nas assembleias de Freguesia, Municipal e da República;

- Em 2004 é criada a ACDR de Vale de Amoreira que até aos dias de hoje é responsável pela dinamização do parque urbano e das actividades culturais e recreativas da aldeia;

 - Em 2008 é inaugurado o Parque Urbano de Vale de Amoreira, dando outra vida ao centro da Aldeia e aproveitando um espaço onde anteriormente tinha sido um pomar;

 - No mesmo ano é inaugurado pela Associação de Melhoramentos um Lar de idosos que dá hoje emprego a mais de uma dezena de pessoas. 

 

de 2010 até hoje  

 - Em 2011 é construída a Churrasqueira Pública no parque urbano

 - Em 2013 é instalada a passagem pedonal (pontão) a ligar as margens do rio Zêzere entre a povoação e o lugar do cruzeiro.

 - Em 2016 através da portaria N.º 60/2016 de 05 de Abril é considerado o lugar do Cabecinho como aglomerado rural e portanto local assinalável como tal

 - Em 2016 foi assinado no dia 20-11 um contrato de uso e fruição para utilização da antiga Escola Primária de Vale de Amoreira entre a Junta de Freguesia de Vale de Amoreira e Câmara Municipal de Manteigas para futura instalação e funcionamento da sede de Junta de Freguesia de Vale de Amoreira, passando assim novamente este edifício para alçada da freguesia com fins específicos

 

IMG_0882.JPG
IMG_0877.JPG
IMG_0885.JPG
ENacional F NS ANunciação (FP).jpg
F NS ANunciação (FP).jpg
nostalgia fac.jpg
digitalizar0020.jpg
digitalizar0016 (5).jpg